Saiba aqui se você tem direito ao Bolsa Família!

Saiba aqui se você tem direito ao Bolsa Família!

O maior programa de distribuição de renda do Brasil, o Bolsa Família foi criado no ano de 2004 e assessora mais de 13,9 milhões de famílias que vivem em situação de pobreza e/ou extrema pobreza a superar a situação de vulnerabilidade.

O Programa garante às famílias uma melhor qualidade de vida, como o direito à alimentação e o acesso à educação e saúde, realizando o pagamento de um valor em dinheiro de acordo com a classe de salário de cada família.

O Bolsa família atualmente é administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e possui reconhecimento internacional por ter sido um programa bem-sucedido na distribuição de renda.

Como funciona o Bolsa Família?

O Bolsa Família, como em qualquer outro Programa, possui regras que destinam-se selecionar as famílias mais necessitadas no País. Por via de regra, as famílias que se encaixam nessas regras precisam fazer um cadastro no CadÚnico (ou Cadastro Único) na prefeitura de sua cidade ou na unidade de atendimento do programa mais próximo de sua residência.

Após fazer o cadastro, o sistema do programa analisa todos os dados que você preencheu e checa as informações prestadas. Em seguida, se o cadastro for aprovado, o programa emite um cartão magnético pessoal e intransferível em nome do chefe da família que é enviado para o endereço informado no ato do cadastro para que a família passe a receber o benefício.

Todos os anos o valor que as famílias cadastradas recebem do Bolsa Família é reajustado de acordo com o valor do salário mínimo, o que garante que o brasileiro não perca o poder de compra devido à inflação dos produtos. Por isso é preciso ficar atento ao reajuste do salário mínimo 2019.

Quem tem direito ao Bolsa Família?

As famílias que desejam ser beneficiadas pelo Bolsa Família precisam estar em conformidade com os requisitos exigidos no CadÚnico. Os valores pagos pelo Programa variam de acordo com a situação da família que são classificadas em três modalidades. São elas:

  • Benefício Básico: Famílias que estão em condições de pobreza extremacom renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa;
  • Benefício Variável: Famílias que são classificadas na faixa da pobrezacom renda mensal de até R$ 170,00 por pessoa, e que exista na família crianças e/ou adolescentes menores de 16 anos, gestantes ou lactantes;
  • Benefício Variável Jovem: Famílias em situação de pobreza e extrema pobreza que tenham adolescentes de 16 e 17 anos.

É importante lembrar que as famílias em situação de extrema pobreza podem acumular os benefícios Básico, Variável e Variável Jovem, caso estejam de acordo com as regras estabelecidas.

Se a família pertence ao grupo de Benefício Básico, o valor a ser pago é de R$ 85,00 por mês. Se atende aos requisitos do Benefício Variável, o valor pago é de R$ 39,00 para cada membro. Nesse caso é possível cadastrar no máximo 5 membros diferentes, podendo chegar até R$ 195,00.

Já o valor do Benefício Variável Jovem é de R$ 46,00 mensais, onde pode ser acumulado até dois benefícios, ou seja, R$ 92,00.

Para receber os benefícios as crianças devem estar devidamente matriculadas e frequentando a escola. As mulheres grávidas também podem receber até 9 parcelas do benefício (R$ 39,00), caso a gravidez seja identificada até o nono mês de gestação com o pré-natal completo.

Comments are closed.